Escolha uma Página

Não, esse não é um artigo de autoajuda, mas uma reflexão sobre a diferença entre o uso do presente em italiano e em português. ?

Quando um aluno me pergunta, “prof. come si dice in italiano ‘eu costumo comer arroz e feijão’?” a resposta que me vem, automaticamente é “ho l’abitudine di mangiare riso e fagioli”.

Quando não refletimos, temos a tendência de traduzir de maneira bastante literal de uma língua para outra. Muitas vezes achamos que, por serem línguas parecidas, é possível a total equivalência entre as duas línguas, sobretudo quando consideramos os verbos nos tempos mais simples e frequentes como o presente, por exemplo. Porém, depois de uma breve análise, percebemos que, tanto em português, quanto em italiano, há mais de uma maneira de expressar a mesma mensagem:

presente em portuges e italiano

Cabe perguntar, então, qual seria a forma mais frequente em cada língua. Talvez, pudéssemos supor que em português usamos mais “costumo fazer alguma coisa”, enquanto em italiano usa-se mais o verbo no presente. Faço essas afirmações com muito cuidado, porque não foi realizada uma pesquisa linguística sobre a frequência de um ou de outro nas duas línguas, mas como falantes nativos, temos essa “linguística interna” que, mesmo sem  comprovação científica, nos faz escolher uma forma em detrimento de outra.

Acreditar que existe uma equivalência total ocorre, principalmente, quando as construções em italiano não nos causam estranheza. Vejam os exemplos abaixo. Em italiano podemos usar o presente em todas essas frases. Em português, no entanto, usamos vários tempos verbais para expressar essas ações.

– Ciao, Carlo. Che fai di solito durante la giornata?

– La mattina studio e il pomeriggio dormo.

– E adesso che fai?

Studio.

– E domani che fai?

– Domani mattina lavoro e il pomeriggio vado in palestra.

Ações frequentes

Em português usamos o presente para indicar ações que fazemos normalmente: eu estudo italiano na Itálica; eu como macarrão com frango; eu durmo cedo. Podemos também completar o sentido das frases empregando expressões que indiquem a frequência que realizamos essas ações ou usar a expressão “costumo + verbo” (eu costumo comer macarrão com frango eu costumo dormir cedo.

Em italiano também se usa o presente nesses casos, portanto, o emprego se equivale nas duas línguas:

Eu estudo italiano há 2 anos.Studio l’italiano da due anni.
Aos domingos eu estudo sempre italiano. Aos domingos eu costumo estudar italiano.La domenica studio sempre l’italiano.
Às vezes como macarrão com frango às quintas-feiras.A volte mangio pasta con pollo il giovedì.
Eu como macarrão com frango desde criança. Eu costumo comer macarrão com frango desde criança.Mangio pasta e pollo da quando ero bambino.
Os italianos nunca comem macarrão com frango no mesmo prato. Os italianos não costumam comer macarrão com frango no mesmo prato.Gli italiani non mangiano mai pasta e pollo nello stesso piatto.
Geralmente durmo cedo. Eu costumo dormir cedo.Di solito vado a letto presto.

Ações no presente

Em italiano o presente também é usado para relatar o que se está fazendo no momento em que se fala. E aqui temos uma diferença entre as duas línguas, porque em português usamos o verbo estar + gerúndio:

Dois amigos se encontram por acaso no hospital:

Antonio:Oi. O que você está fazendo aqui?Ciao. Che fai qui?
Filippo:Estou visitando o meu pai que está internado.Sono venuto a trovare mio padre che è ricoverato.
E você, o que está fazendo aqui?E tu cosa fai qui?
Antonio:Estou fazendo alguns exames.Faccio (sono venuto a fare delle anali) delle analisi.

Em italiano também podemos usar o verbo stare + gerundio, mas essa construção é empregada, sobretudo, quando se quer enfatizar que as ações, de fato, estão ocorrendo naquele instante e, mesmo nesses contextos, pode ser substituída pelo presente.

Luigi liga para o Mario:

Mario:Pronto.Alô.
Luigi:  Pronto. Ciao, Mario, sono Luigi. Che fai?Alô. Oi, Mario, sou o Luigi. O que você está fazendo?
Che stai facendo?
Mario:  Niente,
guardo la partita in televisione, mentre mia moglie studia per l’esame.
Nada de mais,
estou assistindo televisão,
enquanto minha mulher está estudando para a prova.
Sto guardando la partita in televisione, mentre mia moglie sta studiando.

Quando quiser expressar uma ação que está acontecendo no momento em que se fala, opte pelo presente:

Estou no trem e estou aproveitando para fazer os exercícios de italiano.

Sono in treno e approfitto per fare i compiti di italiano.

Ações no futuro

Em italiano os verbos no presente podem indicar, também, ações futuras, no lugar dos verbos no futuro.

Veja o exemplo a seguir:

Pierino e Valentina estão brincando no quintal e a mãe os chama:

Mamma:Pierino, vieni, la cena è pronta.Pierino, vem, o jantar está pronto.
Pierino:Arrivo subito.Estou indo.
Valentina:Metto via i giocattoli e poi vengo.Vou guardar os brinquedos e já vou.

A frase arrivo subito pode indicar que Pierino já está a caminho (presente) ou que daqui a pouco chegará (futuro), mas Valentina ainda vai começar a guardar os brinquedos, portanto o verbo metto via, apesar de estar no presente, indica uma ação futura.

Você deve ter notado que não podemos traduzir ao pé da letra “estou indo” do português para o italiano (sto andando). Arrivo, por sua vez, pode significar “estou chegando” ou “estou indo”:

Desafio do Italiano

Allegra e sua amiga Giada marcaram de se encontrar, Allegra não é muito pontual e mais uma vez não chegou no horário. Giada liga para ela:

Giada: È da un’ora che ti aspetto. Dove sei?

Allegra: Scusa, ancora due minuti e arrivo.

Em português para designar o futuro podemos usar o presente (chego amanhã); o verbo estar + gerúndio (estou chegando amanhã); ou o verbo ir + infinitivo (vou chegar amanhã), além do futuro (chegarei amanhã), naturalmente.

Verbos no presente ou futuroVerbo no presenteEstar + gerundioIr + infinitivo
Fra due anni vado (andrò) in Italia.Daqui a dois anos vou para a Itália.Daqui a dois anos estou indo para a Itália.Daqui a dois anos vou viajar para a Itália.
Prendo (prenderò) le vacanze.Amanhã eu saio de férias.Estou saindo de férias amanhã.Vou sair de férias amanhã.

Observe que em português nem sempre podemos escolher entre todas essas construções.

Verbos no presente ou futuroVerbo no presenteEstar + gerundioIr + infinitivo
Domenica vado al mare.Vou à praia domingo.Estou indo para a  praia no domingo.
Che fai (farai) di bello domani?O que você vai fazer amanhã?
Domani mattina lavoro e il pomeriggio resto a casa e studio.Amanhã de manhã eu trabalhoAmanhã de manhã eu vou trabalhar.
e à tarde vou ficar em casa e estudar.

Em italiano também é possível usar a construção andare + a + infinitivo. Ao escolher essa construção para designar o futuro é preciso observar algumas coisas:

Primeiramente, o verbo andare  é seguido da preposição a:

Vai a farti la doccia,

Andiamo a lavorare.

Andate a preparare la colazione.

Em segundo lugar, essa construção indica que a pessoa que está falando vai executar essa ação imediatamente, ou seja, o conceito de adesso [agora] está implícito.

Adesso vado a mangiare, non posso rispondere al telefono.

Em português usaríamos o verbo ir no gerúndio (estou indo) ou no presente (vou):

Agora, estou indo (vou) almoçar, não posso responder ao telefone.

Per farla breve:

            Em italiano há muito mais casos de emprego dos verbos no presente do que em português, que dá preferência a formas compostas o verbo.

            Em italiano o presente designa ações frequentes, relata o que estamos fazendo enquanto estamos falando e pode ser usado para falar sobre planos futuros.

Veja o exemplo a baixo e os equivalentes em português:

Di solito gli italiani fanno una colazione veloce.

Anche Federico di solito mangia poco la mattina.                               

Ma oggi Federico è a Salvador di Bahia in ferie e fa la colazione con calma.

Domani va a Fortaleza e assaggerà anche la tapioca a colazione.

Geralmente os italianos costumam tomar um café da manhã rápido.

Federico também costuma comer pouco de manhã.

Mas hoje, Federico está de férias em Salvador, na Bahia e está tomando café da manhã com calma.

Amanhã vai a Fortaleza e vai provar também a tapioca no café da manhã.