Escolha uma Página

No folclore italiano existem figuras bastante peculiares, únicas da cultura do Bel Paese. Vamos conhecer a Befana, uma personagem que poderia se encaixar muito bem nessas comemorações de Halloween ao redor do mundo. Acontece que, na Itália, a Befana aparece em outra data, bem longe de outubro. É em uma noite misteriosa de janeiro, no Dia de Reis, por razões que descobriremos hoje!

O que é Befana?

A Befana é uma bruxa, mas suas ações a aproximam mais do que esperaríamos de um Papa Noel. Essa mistura curiosa foi se espalhando a partir de Roma, para depois se estender como uma tradição italiana até o Ticino, chegando depois a outras regiões de fronteira, como na Suíça, em que o idioma italiano também é falado.

Representação da Bruxa no Vaticano na Itália na Festa della Befana
Befana no Vaticano

Nessa tradição, a Befana é uma mulher idosa que voa em uma vassoura, visitando as crianças na noite entre 5 e 6 de janeiro, que é justamente a data de comemoração da Epifania, o dia dos Reis Magos. Befana então adentra as casas para preencher as meias deixadas pelas crianças na lareira ou perto de janelas. Quer mais semelhanças com o Papai Noel? Existe ainda mais, pois é dito às crianças que há uma condição para que elas recebam doces, frutas secas ou brinquedos: se comportarem bem durante o ano. E aqui há uma grande diferença do personagem do velhinho, que combina bastante com o que uma bruxa brincalhona poderia fazer: aquelas crianças que se comportarem mal encontrarão suas meias cheias de carvão ou alho!

Celebração da Festa della Befana

Um detalhe divertido do folclore: a velhinha Befana ainda aproveitaria de sua vassoura para varrer o piso antes de sair de cada casa que visita. Que gentileza! Mas nada é de graça: a tradição recomenda que as crianças da casa deixem uma garrafinha de vinho e uma porção de um prato típico ou local para a Befana.

Representação da Bruxa na Itália Festa della Befana
A velhinha Befana

Cidades por toda a Itália (até no Vaticano!) celebram essa data com procissões e festividades nas praças, com decorações feitas pelas ruas e nas casas, com meias penduradas nas janelas, iluminação especial e bonecas da bruxa. Uma das festividades acontece em Florença, onde três homens a cavalo galopam pelas ruas da cidade, entregando oferendas como os Reis Magos fizeram ao menino Jesus.

Desfile dos Reis Magos na Itália na Festa della Befan
Reis magos na Festa della Befana

Origem do nome e um episódio secreto 

Acredita-se que o nome Befana se originou justamente como uma corruptela da palavra Epifania (que veio do grego epiphanei, que significa aparição). Essa relação com a palavra explica que a personagem pode ter duas inspirações: ela teria sido primeiro uma figura pagã, pertencente ao folclore romano, e depois reincorporada na cultura por meio dos símbolos cristãos, tomando forma numa versão mais religiosa, ligando a sua história à dos Três Reis Magos do Oriente.

Imagem dos Reis Magos

Pesquisas sugerem que ela derivaria primeiro da deusa romana do Ano-Novo chamada Estrênua, ligada ao ritual de final de ano na Roma Antiga, em que o costume era marcar os bons presságios com o ato de se presentear o próximo. É possível encontrar pistas no livro “Vestiges of Ancient Manners and Customs, Discoverable in Modern Italy and Sicily“, em que o autor diz:

Befana parece ser herdeira de uma deusa pagã denominada Strenia, que patrocinava os presentes de ano novo, “Strenae” […] Os seus presentes eram do mesmo tipo dos da Befana – figos, tâmaras e mel. Além disso, as suas celebrações recebiam forte oposição dos primeiros cristãos, pelo seu caráter barulhento, agitado e licencioso.

— John J. Rom, “Vestiges of Ancient Manners and Customs, Discoverable in Modern Italy and Sicily”

Representação da Bruxa em forma de boneca Festa della Befana
Boneca Befana

A Befana é representada como uma velhinha de xaile negro e coberta sempre de fuligem porque, afinal de contas, assim como o Papai Noel, ela também entraria em algumas casas pela chaminé. (Está aí um detalhe que nunca pensamos sobre as roupas vermelhas limpinhas do velhinho… qual seria o truque para mantê-las sempre impecáveis?!)
E no folclore as crianças enxergam a bruxa Befana como uma senhora cheia de alegria: ela está sempre sorridente.

Tradição popular


Na tradição popular, a história da Befana ganhou elementos narrativos bastante interessantes para serem contados às crianças em conjunto com a história cristã. 

Representação dos Reis Magos
Reis magos

Na noite em que os três Reis Magos iam para Belém, levando presentes para o Menino Jesus, eles teriam ficado na dúvida quanto ao caminho correto que deveriam seguir, e teriam resolvido pedir informações à uma senhora que encontraram pelo caminho. Ela, porém, também não sabendo do caminho, teria convidado os três viajantes para passarem a noite em sua casa. Na manhã seguinte, em agradecimento, os três Reis Magos convidam a velhinha a segui-los para visitarem juntos o Menino que estava por nascer, mas ela negou, dizendo que estava muito atarefada. É dito que, pouco depois, ela teria se arrependido e seguido pelo mesmo caminho que os Magos pegaram, sem nunca mais conseguir reencontrá-los. O folclore conclui com uma nota bonita: desde então, a Befana pararia em todas as casas que encontra pelo caminho, dando presentes às crianças na esperança de que uma delas seja o Menino Jesus.

Nada mais contemporâneo à nossa geração digital do que acrescentar detalhes extras a uma narrativa já bem consolidada, e assim criar novas histórias. Assim também foi feito há séculos, sobre a noite do nascimento mais conhecido do ocidente. É um toque de spin-off (narrativa derivada), como diriam os apaixonados por séries, um “derivato” ou uma “derivazione”.

Existem também poemas sobre a Befana, que as crianças aprendem logo cedo, e que podem nos ajudar no aprendizado da língua. Alguns são conhecidos em versões que variam um pouco ao redor da Itália, dependendo da região. Um muito conhecido é:

a Befana vien di notte

Con le scarpe tutte rotte

Col vestito alla romana

Viva, Viva La Befana!

(A Befana vem de noite

Com os sapatos quebrados

Vestida à moda romana

Viva, viva, a Befana!)

Desafio do Italiano

Já na província de Trento, encontramos outros versos:

Viene, viene la Befana

Vien dai monti a notte fonda

neve e gelo la circondan..

neve e gelo e tramontana!

Viene, viene la Befana

(Vem, vem, a Befana

Vem dos montes na noite profunda

Neve e gelo a circundam

Neve e gelo e tramontana!

Vem, vem, a Befana)

Já conhecia essa tradição da Festa della Befana?

Continue de olho nas nossas publicações nas redes sociais da ITALICA no Instagram e no YouTube, onde fazemos lives especiais semanalmente!

E quer aprender italiano e saber mais sobre a cultura e as características históricas únicas do Bel Paese? Inscreva-se na nossa lista de espera e no nosso newsletter!

A presto!