Escolha uma Página

O Carnaval de Veneza é uma das celebrações mais icônicas e encantadoras da Itália e do mundo. Neste ano, acontecerá de 09 a 13 fevereiro. Esta festa extravagante, conhecida por suas elegantes máscaras e trajes elaborados, tem raízes profundas na história veneziana e atrai visitantes de todo o planeta. Vamos explorar a fascinante história e as tradições que tornam o Carnevale di Venezia uma experiência única.

Origens do Carnaval de Veneza

As origens do Carnaval de Veneza remontam ao século XI, quando a República de Veneza era um dos principais centros comerciais e culturais da Europa. A festa originalmente marcava o início da Quaresma, um período de jejum e abstinência antes da Páscoa. Durante o Carnaval, como é comum em todas as festividades carnavalescas desde a Idade Média, as restrições sociais eram suspensas, permitindo que as pessoas de todas as classes sociais se misturassem anonimamente. Esse é um elemento importante que descreve os movimentos de carnavalização, a superação das classes por meio da fantasia, da máscara e das variadas inversões de papéis que colocam os indivíduos diante da possibilidade de serem outras pessoas durante a festa. É então no espaço público que essas pessoas descobrem outras maneiras de ser e de pensar.

Desfile do Carnaval de Veneza

Máscaras e disfarces

Uma das características mais distintas do Carnaval de Veneza é o uso de máscaras e trajes elaborados. As máscaras venezianas variam de simples meias-máscaras até criações que cobrem o rosto inteiro. Surgiram nessa época profissões e famílias como os “mascareri”, artesãos que produziam as máscaras para os foliões. As mais famosas são as máscaras da Commedia dell’Arte, inspiradas nos personagens da comédia italiana do século XVI. Usar uma máscara permitia que as pessoas se expressassem livremente e se envolvessem em comportamentos que, de outra forma, seriam socialmente inaceitáveis.

Máscaras coloridas do Carnaval de Veneza

E não apenas as ruas de Veneza também ganham as cores das fantasias com desfiles extravagantes e competições, também as águas ficam tomadas de gôndolas coloridas, carregando pessoas fantasiadas. Os desfiles são uma verdadeira festa para os olhos, com participantes vestidos com trajes espetaculares e máscaras ornamentadas. E os concursos de fantasias destacam a criatividade e a habilidade dos venezianos em criar trajes deslumbrantes.

No início do século XVII, com o aumento do número e da qualidade das companhias de teatro, desenvolveram-se verdadeiras atividades ligadas ao mundo da comédia teatral, das artes cênicas e do artesanato de figurinos e máscaras.

Carnaval de Veneza

Inúmeros dramaturgos talentosos surgiram nesse período, tornando-se famosos por realizarem obras cada vez mais refinadas e complexas. A definição de commedia dell’arte nasceu em Veneza, e remonta a 1750, quando o dramaturgo Carlo Goldoni a introduziu em sua comédia Il Teatro Comico.

Carnaval de Veneza: bailes de Máscaras e Festas

Os bailes de máscaras são uma parte essencial do Carnaval de Veneza. Durante os dias de festa, muitos palácios históricos de Veneza abrem suas portas para festas extravagantes. Nestes bailes, os participantes dançam ao som de música clássica e usam trajes elegantes, criando uma atmosfera nostálgica de luxo e romance. Uma verdadeira viagem no tempo. O baile mais famoso é o “Baile do Ridotto”, que teve sua origem no século XVIII e é considerado um dos eventos mais prestigiados do Carnaval.

O declínio e o renascimento

O Carnaval de Veneza experimentou um declínio no século XVIII, com a queda da República de Veneza e a ascensão de Napoleão Bonaparte. Em 1797, com o levante do imperador francês, o carnaval deixou de ser comemorado. Durante muitos anos, a celebração foi proibida sob o domínio austríaco. No entanto, o espírito do Carnaval nunca foi esquecido, e ele ressurgiu no século XX.

Desafio do Italiano
Crianças no Carnaval

La Festa delle Marie: o carnaval hoje em dia

Hoje, o Carnaval de Veneza é uma celebração internacionalmente reconhecida que atrai visitantes de todo o mundo. A festa começa cerca de duas semanas antes da Terça-feira de Carnaval e culmina nesse dia, quando ocorre o famoso Il Volo dell’Angelo (Voo do Anjo). Durante essa cerimônia, uma jovem desce do Campanário de São Marcos até a Praça de São Marcos, simbolizando o início das festividades.

Il Volo dell’Angelo

É incrível pensar que uma festa tão antiga passou tanto tempo sem realizações. Foi tanto tempo que é possível entender a reconstrução da arte desse evento como uma arqueologia. Somente em 1999 a antiga Festa delle Marie (Festa das Marias) foi finalmente restaurada – ressurgindo feito fóssil, cerca de seiscentos anos depois! A ambientação da Festa delle Marie combina a reconstituição histórica da antiga procissão com um concurso de fantasias mais moderno.

Máscara do Carnaval de Veneza

Durante as semanas que antecedem a Terça-feira de Carnaval, Veneza se enche de festas, desfiles, competições de fantasias e eventos culturais que atraem visitantes de todo o mundo. A cidade se transforma em um palco de luxo e mistério, e as tradições centenárias do Carnaval são honradas a cada ano.

Carnaval de Veneza: preservando a tradição

O Carnaval de Veneza é uma celebração que preserva a rica herança cultural e histórica da cidade. As tradições de máscaras e trajes suntuosos continuam a ser honradas, e os venezianos trabalham arduamente para manter viva essa parte importante de sua identidade cultural. Trata-se, portanto, de uma reconstrução histórica que é muito mais do que uma simples festa. É uma celebração do ressurgimento de uma antiga Veneza, de sua cultura original e da criatividade de gerações e gerações de séculos distantes.

As raízes profundas e tradições encantadoras cativam aqueles que têm a sorte de participar. Ao visitar Veneza durante o Carnaval, você terá a oportunidade de mergulhar em um outro mundo, onde o passado e o presente se entrelaçam de maneira única. É uma experiência que deixa uma impressão duradoura na memória.

Aproveite para assistir o momento em que o Prof. Darius experimentou a sensação de uma viagem no tempo em Veneza, quando passeou pela cidade com a Profa. Paola Baccin, conhecendo mais sobre a máscara usada no período da Peste e também entendendo a data comemorativa que é festejada no dia 21 de novembro. Tudo isso à bordo de um trabaccolo, um verdadeiro barco da época mantido até hoje em Veneza!

Voltei no tempo em Veneza: Peste Negra

Buona visione!

A presto!